Papa Francisco convida a difundir a alegria que nasce do encontro com o Ressuscitado

02 de abril de 2024, tera Papa Francisco convida a difundir a alegria que nasce do encontro com o Ressuscitado

O papa Francisco pediu que os cristãos divulguem a alegria que vem do “encontro vivo com o Senhor Ressuscitado” durante a oração do Regina Coeli hoje (1º), primeira segunda-feira da Oitava da Páscoa de 2024.

Segundo o papa, esta alegria “é uma emoção transbordante” que leva as mulheres do Evangelho a correr para contar o que viram no túmulo quando iam embalsamar o corpo de Jesus.

"Compartilhar a alegria é uma experiência maravilhosa, que aprendemos desde pequenos", disse o papa Francisco. Mas, aquelas mulheres, na manhã de Páscoa, “vivenciaram essa experiência de uma maneira muito maior”.

A razão é que “a ressurreição de Jesus não é apenas uma notícia maravilhosa ou o final feliz de uma história, mas algo que muda nossa vida completamente e para sempre! É a vitória da vida sobre a morte, da esperança sobre o desânimo”.

“Jesus rompeu a escuridão do sepulcro e vive para sempre: sua presença pode iluminar qualquer coisa”, continuou o papa Francisco da janela do Palácio Apostólico.

Segundo Francisco, “a alegria da Ressurreição não é algo distante. Está muito próxima de nós, porque nos foi dada no dia do nosso batismo” e exortou os fiéis dizendo: “Irmãos, irmãs, não renunciem à alegria da Páscoa”.

Antes de concluir, o papa Francisco pediu para alimentar essa alegria “encontrando o Senhor Ressuscitado, porque Ele é a fonte de uma alegria que nunca se esgota. Portanto, apressemo-nos a buscá-Lo na Eucaristia, em seu perdão, na oração e na caridade vivida!”

Por fim, disse que “a alegria, quando compartilhada, aumenta. Compartilhemos a alegria do Ressuscitado e que a Virgem Maria, que na Páscoa se alegrou com seu Filho ressuscitado, nos ajude a sermos alegres testemunhas”.

No final destas palavras, dirigiu a oração do Regina Coeli, concedeu a bênção apostólica. Em seguida, agradeceu as mensagens de “proximidade e oração” que recebeu por ocasião da Páscoa. “Gostaria que o dom da paz chegasse onde há mais necessidade. Às populações devastadas pela guerra, pela fome, por qualquer forma de opressão”.

Segundo a Gendarmaria vaticana, cerca de 12 mil fiéis estiveram presentes na Praça de São Pedro.

Fonte: ACI Digital
https://www.acidigital.com

Foto: O papa Francisco dá a sua bênção depois da oração Regina Coeli na primeira segunda-feira de Páscoa de 2024.Crédito: Vatican Media