Facebook Instagram WhatsApp Twitter

Fé Católica - Sempre Presente

Nossos Parceiros

Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros

Colunas

Testemunhas de Jesus Cristo

05/07/2017 às 14:07.
Testemunhas de Jesus Cristo

 


Celebramos, hoje, duas grandes figuras dos primórdios da nossa fé: Pedro e Paulo. Duas grandes testemunhas que confessaram, não somente com a boca, mas sobretudo com a vida doada, através do martírio, a pessoa de Jesus Cristo.


Pedro era um simples pescador da Galileia, que jogava suas redes no grande lago, chamado de mar. Às margens desse lago, encontra o Senhor que o chama a segui-Lo, para ser não mais pescador de peixes, mas de homens. Pedro, juntamente com seu irmão André, deixa barco e redes e põe-se ao encalço do Senhor.


Paulo, diferentemente de Pedro, é um homem letrado, conhecedor das Escrituras, membro do grupo dos fariseus. O Senhor o encontra, pela primeira vez, na estrada de Jerusalém para Damasco. Paulo está levando consigo cartas para prender os cristãos. Era um perseguidor dos seguidores de Jesus. O Senhor a ele se manifesta e o chama a ser apóstolo dos pagãos.


O Evangelho de hoje inicia-se com uma interpelação de Jesus aos apóstolos sobre a sua pessoa. Inicialmente, pergunta-lhes sobre o que o povo pensava a seu respeito e, posteriormente, dirige-lhes a pergunta: “E vós quem dizeis que eu sou? Este questionamento de Jesus é hoje, também dirigido a todos nós, e a festa dos dois grandes apóstolos é uma ocasião para verificarmos se realmente confessamos Jesus como Filho do Deus vivo, nosso Senhor e Mestre.


Na esteira de Pedro e Paulo, somos chamados, por nossa vez, a dar testemunho de Jesus Cristo com a boca e com a vida. Esse testemunho deve ser marcado pelo que simbolizam as duas personalidades que hoje celebramos. Pedro representa a Igreja, na qual nascemos na fé. Nosso testemunho deve estar em comunhão com a fé que a Igreja nos transmite da qual Pedro é pedra e tem a missão de confirmar na fé os irmãos. Pedro é, hoje, Francisco, nosso papa, que no amor nos preside e nos confirma na fé.


Paulo é expressão da missão da Igreja que está no mundo para levar a boa nova de Jesus Cristo a todos os homens. Ele representa o que o Papa Francisco atualmente tem solicitado a toda comunidade católica: uma igreja em saída. De um modo mais enfático, o apóstolo nos fala do sentido da Igreja: ela existe para missão. É chamada a ser sacramento da salvação, levando as pessoas a experimentarem o amor de Deus em suas vidas.


Impulsionados por ambos apóstolos, somos convidados a ter um amor sem reservas ao Senhor, fazendo de nossas vidas dom. Como Pedro e Paulo, não temamos mal algum, o Senhor permanece ao lado dos que O buscam e reserva-nos a coroa da justiça no seu reino para que sejamos eternamente felizes juntamente com as duas colunas da Igreja e com todos aqueles que viveram trilhando seu o caminho.


Pe. Pedro Moraes Brito Júnior





Pe. Pedro Moraes Brito Júnior Pe. Pedro Moraes Brito Júnior