Facebook Instagram WhatsApp Twitter

Fé Católica - Sempre Presente

Nossos Parceiros

Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros

Colunas

PASTORAL

22/03/2017 às 09:03.
SANTAS MISSÕES POPULARES: NOSSA PRIORIDADE PASTORAL
O QUE SÃO AS SANTAS MISSÕES POPULARES?

AS SANTAS MISSÕES POPULARES são uma experiência profunda, existencial, envolvente, com a Trindade santa, fonte de vida e de liberdade. É um serviço à pastoral. Inspiram-se na missão de Jesus de Nazaré utilizando sua pedagogia e atitudes, atualizando Sua missão hoje, levando em conta a realidade sociocultural onde elas acontecem. É um jeito, uma iniciativa, que uma comunidade toma para firmar e fortalecer sua própria fé e se reanimar. É uma conscientização do chamado de Jesus para sair e evangelizar (1Cor 9,16).
CONFORME A GAUDIUM ET SPES, Constituição Pastoral do Concilio Vaticano II sobre a Igreja no mundo de hoje, “a Igreja por sua natureza é missionaria”. Essa afirmação confirma que a missão é a alma da igreja, é o eixo transversal que envolve e move toda a sua ação pastoral.
O DOCUMENTO DE APARECIDA, por sua vez, nos indica o caminho para que as Santas Missões Populares deixem de ser apenas um “evento”, mas abracem todo o ser da Igreja em todo o tempo. Desenvolver a dimensão missionária da vida de Cristo de modo que deixem de ter inicio e fim cronológicos e passem a ser parte essencial, irrevogável, constitutiva da vida de uma comunidade, paróquia, região pastoral, diocese, de toda a Igreja.

COMPREENDENDO AS TERMINOLOGIAS: SANTAS MISSÕES POPULARES
AS SANTAS MISSÕES POPULARES trata-se de uma iniciativa da Igreja Católica que se dirige ao povo sem exclusão, com o desejo em ajudar as pessoas a darem um sentido verdadeiro à vida, a construir relações sociais mais humanas e mais justas, e isso vale para todo mundo.
SANTAS: Continuam a mesma missão de Jesus, que foi santa ( Jo 4,34; 10,10; 20,21-23... Lc 4,14-21). Porque são um tempo especial de graça e salvação (2Cor 6,2)
MISSÕES: É tempo de ser enviado, de andar, de visitar, de testemunhar: “ E sereis minhas testemunhas até os confins da terra” (At 1,8) “Missão é partir, é caminhas, é deixar tudo, sair de si, quebrar a crosta do egoísmo que nos fecha no nosso eu” Dom Helder Câmara.
POPULARES: Acontecem no meio do povo, com o povo, partindo de seus anseios e lutas legítimas, assim como foi a missão de Jesus (Mt 4,23-25; 9,35-36; Mc 6,53-56; Lc 4,42-44). É a partir desse lugar social que as SMP convidam todos para a conversão e a transformação (Mt 25,31-46; 22,1-14; Lc 13,1-9)
POR FIM, vale dizer, que na condução desse projeto missionário, do qual somos os protagonistas, é necessário agir como o próprio Jesus, superando as barreiras de sexo, de religião, de etnia e de classe. Não se fechar dentro da sua própria cultura, mas saber reconhecer as coisas boas que existem em todas as pessoas.
ESPERO QUE todas as comunidades se esforcem por atuar os meios necessários para avançar no caminho duma conversão pastoral e missionária, que não pode deixar as coisas como estão. Dessa opção, “nasce o novo jeito da Igreja ser”. Como nos incentiva a Constituição Dogmática “Lumen Gentium”, a Igreja Povo de Deus, todos os batizados, assumindo responsabilidades na sua comunidade. A vida é missão, tua vida é missão.




Pe. Edimundo Almeida dos Santos Pe. Edimundo Almeida dos Santos